29 de Outubro de 2005
Aqui está uma pergunta que poucos ousam formular e ninguém, honestamente, pretende responder.

E quando alguém aborda este tema o mínimo que lhe acontece e ser apontado como inimigo do progresso.
Mas qual progresso? O dos ricos cada vez mais ricos?
Se calhar somos todos egoistas e gananciosos!

Leiam "A Mentira Globalizada" da autoria de João Marques dos Santos, no Correio da Manhã de ontem.

Segue um pequeno excerto para lhes abrir o apetite:

«O que Soares devia desafiar Cavaco a fazer era que nos dissesse como acha que o Estado deve tratar os menos favorecidos e os excluídos, que serão cada vez mais. Se vê como um imperativo nacional garantir-lhes condições de vida minimamente dignas, se deve garantir-lhes assistência na doença, se a Justiça e a Educação também serão para eles, se vai opor-se a que os seus filhos nasçam “geneticamente” condenados a uma sub vida, ou se, pelo contrário, os vai abandonar à sua (falta de) sorte.
E como o fará. Se prevê a nossa “africanização” como uma inevitabilidade que nos transformará num país onde os sobreviventes tenham de viver em casas transformadas em “bunkers”, com medo dos que nada têm a perder, porque nada têm. Se lhe é indiferente que o homem (europeu) volte a ser o lobo do homem. Ou se há remédio para isto nos seus compêndios.
É esta definição dos deveres do Estado que se impõe que seja feita.
No limite, queremos saber de Cavaco, de Soares e de Alegre se, neste quadro, se justifica a existência do Estado que eles se propõem representar.
O nosso drama não passa pela probabilidade da eleição de Cavaco, ou de Soares ou de Alegre ou de qualquer outro. Neste contexto, que venha o diabo e escolha.
O nosso verdadeiro drama é que existem muitas centenas de milhares de eleitores que acreditam piamente que eles (que não irão governar nem alterar os condicionalismos internacionais que minimizam o nosso poder de decidir o nosso futuro) poderiam ou iriam modificar o que quer que fosse. Resolver um problema que não é só nosso e ameaça a Europa como uma consequência das suas responsabilidades históricas.
E que todos eles sabem que mentem quando sugerem o contrário.»

Deliciem-se e pensem um pouco...
publicado por MaiaCarvalho às 08:51

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

2 seguidores
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Outubro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

17
19
20

23
24
25
27

30
31


arquivos
2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


blogs SAPO