23 de Janeiro de 2007
Logo à ida, quando passámos em Pedra do Altar, parámos para beber café e desenferrujar as pernas, no “Restaurante dos Amigos”, onde costumam também parar muitos camionistas, para meter água.
Este tinha um ilustre companheiro de viagem: um cãozito, equipado com colete reflector e tudo que, no meio dos objectos do tablier, parecia também um boneco. Se não se tem mexido e latido (aquilo nem era ladrar!), não dávamos por ele.
Aprendi, desde o tempo em que viajava profissionalmente, que os restaurantes onde se deve parar para comer ou beber, devem ser aqueles em que os camionistas também param. Eles é que sabem onde se come e bebe bem!

DSC03304.JPG

Pois o cãozito “Rafa” era um amor de cachorro. Gostamos muito de cães! Temos até uma rafeira chamada “Luna”. Apanhou-a o meu filho Filipe, abandonada numa noite de chuva, ainda bebé com uma irmãzita, a “Sacha”. Ainda traziam os cordões umbilicais agarrados à barriga. Criámo-las a biberão eu e a minha mulher, levantávamo-nos de noite e tudo para lhes darmos leite de três em três horas. Ela tratava da Luna, eu tratava da Sacha. Era como se fossem gémeos e voltássemos a ter filhos pequenos cá em casa. Quando a Joana se casou quis levar a Sacha para casa dela e nós deixámos.
Quando andamos a passear cumprimentamos todos os cães que encontramos, principalmente os vadios, são os mais agradecidos.
publicado por MaiaCarvalho às 19:33

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

2 seguidores
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Janeiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
24
25
26
27

28
30
31


arquivos
2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


blogs SAPO