13 de Setembro de 2006
O nível das águas do Arunca desceu. É normal nesta época em que a proximidade de chuvas prováveis aconselha a abertura de quaisquer comportas existentes.
O Jardim do Arunca, na margem direita do rio, continua bonito embora com sinais de vandalismo e alguns buracos da vigilância das águas pluviais escaqueirados porque aquando do seu fecho em vez de ficarem soltas de forma a poderem ser abertas naturalmente pelos cantos a isso destinadas, foram cimentadas pela falta de habilidade dos artífices.
Hoje reparámos que havia uma grande mancha de óleo no rio. Logo me ocorreu que, por baixo da linha do Caminho-de-ferro e por baixo do jardim, há uma conduta dentro de uma vala que a céu aberto lança um liquido negro, viscoso e mal cheiroso no rio, quase em frente da abertura de uma recente conduta de águas pluviais construída na margem esquerda. Realmente era de lá que escorria a mancha gorda!
Comentei com o Manuel:
- Muito resistentes são os peixes do Arunca!
- Ou alimentam-se desta porcaria – volveu-me o dono do “Shumi”.
Há ao correr de toda a margem direita do Arunca desde esta vala até um pouco depois do bar da Rua da Fábrica Velha, uma antiga canalização de esgoto muito antiga e não completamente estanque que por acumulação de detritos se entope, provocando escorrências gordurosas para o rio. Ultimamente muito mais raros do que antes da construção do jardim mas não impossíveis de existir uma vez que a conduta está lá e julgo que nunca foi desactivada, nem impermeabilizada.

Esta é uma das tais actividades que motiva pouco a câmara pois não é visível pela grande maioria dos pombalenses, nem desperta neles a curiosidade de saber porque é que escorre gordura das margens do rio.

Se alguém nos Serviços de Saneamento souber responder, gostaria de ouvir uma resposta. Ou já não há serviços de saneamento e a responsabilidade é agora de uma qualquer empresa municipal sobre a qual os munícipes sabem pouco ou nada?
publicado por MaiaCarvalho às 14:25

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

2 seguidores
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Setembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
15
16

17
19
22

24
26
30


arquivos
2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


blogs SAPO